domingo, 19 de agosto de 2012

História Natural - Langlebert

Esta obra foi escrita por J. Langlebert, Professor de Sciencias Physicas e Naturaes, Doutor em Medicina e Oficial da Academia. Não tem o ano de publicação, mas pela grafia, estado do livro e gramática utilizada na tradução, imagina-se que pode ser do início do século passado.

O livro História Natural é muito técnico e compreende as áreas de Zoologia, Botânica, Geographica, Geologia e Paleontologia. Não faz qualquer referência à preocupação com o homem, como agente de transformação da natureza e caça predatória dos animais e, também, sobre poluição do ar e a terra. Para ilustrar algumas partes da obra, selecionei dois assuntos que acabam se tornando cômicos:

Vermes Cestóides - A este grupo pertencem duas espécies principais: a Tania Solium vulgarmente Tênia ou Solitária e o Bothriocephalo (...) esta espécie de solitária que, como a tênia, pôde atingir vários metros de comprimentos e vive nos intestinos do homem, é sobretudo comum entre os Russos, Polacos e Suíssos, ao passo que a tenia observa-se particularmente na França, Itália e Allemanha. (e o Brasil, um país de predominância rural?? o povo não tinha essas doenças???).  p.256.

A obra ao descrever a Teoria da Evolução da Espécie (Darwin) o faz de forma plausível, mas ao final do texto conclui como "inexistente ou impossível", veja:

"Quanto ao homem, cujo genio poude penetrar e comprehender estas leis primordeaes, tão grande abysmo o separa dos animaes mais bem dotados, dos macacos, por exemplo, que aqui toda a ideia de transição desapparece. Devemos limitar-nos à definição bíblica: * Deus creou o homem à sua imagem.* p. 515.

Em tempo: em pesquisa realizada na rede mundial de computadores, consta que esta obra foi publica em 1905.

Obs.Alguns parágrafos foram mantidos a escrita original.


Fonte da imagem: arquivo pessoal sergio/elane
@Direitos Reservados


Um comentário:

  1. Olá Sérgio! Porreta essa sinopse, anos atrás, conversando com uma pessoa amiga ela me citou esse livro, mas, depois não me interessei, pelo que li aqui ela tinha razão no que falou.

    Bacana o arremate final do autor: "Deus criou o Homem à sua imagem"

    Agora, aqui para nós: kkkk Na maré tinha muita gente com solitária, viu? kkkk Lembro que eu mesmo já perdi um concurso nos velhos tempos por que deu lombriga, viu? kkkkkkkk

    O Sibarita

    Na realidade eu nunca fui fã da teória do Darwin

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua contribuição!